Imprimir esta página

Brasil é foco de projetos sustentáveis realizados pelo Lab

By Julio De Angelos Afonso Novembro 19, 2020

Nesta quinta-feira (19), o Lab (Laboratório Global de Inovação para financiamento do Clima) realizará um webinário para explicar o processo de inscrição e a seleção de propostas para seu programa.

O evento vai contar com apresentação de estudos de casos de ciclos anteriores, perguntas e respostas sobre o tema. Os interessados em participar podem se inscrever clicando aqui.

As inscrições para o Lab (Laboratório Global de Inovação para financiamento do Clima) vão até às 22h do dia 22 de dezembro. O programa está buscando projetos financeiros que possam atrair investimentos em mercados emergentes para enfrentar os desafios climáticos e gerar oportunidades para uma recuperação econômica pós Covid-19 e verde, incluindo o Brasil. As turmas selecionadas serão anunciadas em fevereiro de 2021.

Neste ano, além do Brasil, o programa privilegia propostas dos 16 países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral que tenham foco em acesso à energia sustentável, cidades sustentáveis e sistemas sustentáveis de produção de alimentos. Outras ideias de adaptação e mitigação de outros setores e com alvo em países em desenvolvimento também são elegíveis.

“Esse programa escolheu alguns países que tem preferência para poder submeter as suas propostas. O Brasil é um desses países, ele tem prioridade, projetos que venham do Brasil, propostas que venham do Brasil tem prioridade”, destaca Rodrigo Sauaia, presidente da ABSOLAR.

As propostas serão escolhidas pelos idealizadores do programa a partir de quatro fatores: inovação, capacidade de ação, sustentabilidade financeira e potencial. Os projetos selecionados receberão orientação por sete meses e contarão com uma consultoria para o desenvolvimento, análise no mercado e o design da iniciativa.

O Lab conta com o apoio da rede de líderes de instituições públicas e privadas, contabilizando mais de 60 investidores, além dos especialistas do Climate Policy Initiative. O programa já lançou 49 instrumentos financeiros, conseguindo mobilizar cerca de US$ 2,2 bilhões, (aproximadamente R$ 11 bilhões).

Crédito imagem: Anna Balm



Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 19 Novembro 2020 09:14